Passeios e viagens

Explorando o mundo em uma bike: conheça o cicloturismo

Hi, guys!

A busca pelo ecológico, saudável e igualmente aventureiro, tem levado muitos jovens a recorrerem ao cicloturismo. Esse, que por sua vez é considerado um tipo de turismo ecologicamente correto, consiste, simplesmente, em viagens feita de bike.

Pablo Oliveira, jovem mineiro, morador da cidade de Congonhas, é extremamente apaixonado por aventuras junto a natureza. Pablo saiu de sua cidade seguindo pela Estrada Real até uma cidade chamada Conceição do Mato Dentro, conhecida como a Capital mineira do ecoturismo. 240 km de Congonhas. A viagem, à beira da estrada, durou cerca de 7 dias.

Se aventurando com mais dois amigos, Pablo nos conta que nunca tinham feito uma viagem tão longa, por isso, pesquisaram bastante na internet tudo o que precisavam levar e todas as medidas necessárias para a segurança do grupo.

“Não levamos muita bagagem para não gerar muito peso na bike, foram poucas peças de roupa, equipamentos de primeiros socorros e de manutenção da bicicleta. Materiais de higiene. Tudo o mais básico possível. Não levamos alimentos porque sempre parávamos em cidades ou vilas e fazíamos um lanche ou almoçávamos”.

Os equipamentos necessários para uma viagem assim são: capacete, luva, blusa e calças especiais para ciclismo, que, de acordo com Pablo, evita assaduras e, em caso de acidentes, cortes ou arranhões.

Em viagens assim, é essencial se atentar a algumas medidas de segurança, como: fazer uma revisão na bike antes da viagem e levar equipamentos de manutenção, como: chave, câmera de ar reservas e equipamentos de sinalização, tanto traseiras e quanto dianteiras.

Pablo planeja viajar novamente, desta vez, até a cidade de Diamantina, marco histórico brasileiro. Cerca de 343 km de sua cidade natal. O jovem deixa algumas dicas para pessoas que desejam embarcar nessa aventura: “pesquise bastante e se prepare, porque você pedala 50 ou 60 km por dia. O ideal é que se a pessoa não tem o costume de pedalar, que comece andando de bicicleta diariamente ou três vezes por semana, fazendo passeios curtos para que seu corpo comece a se adaptar com exercícios físicos. Sempre observando as dicas de segurança. Nunca viaje sozinho, tenha sempre tudo bem planejado, estude bem o trajeto e siga rumo a estrada”.

Alguns cuidados extras são sempre importantes em qualquer tipo de viagem, especialmente em uma modalidade como essas. Nesse sentido, jamais siga a estrada com dois passageiros em uma bicicleta só, pois os riscos de acidentes são muito maiores, além das multas restritas à cada estado.

Além disso, todo viajante deve levar sua própria bagagem. Como também, não permitir que o corpo desgaste no meio da estrada, é necessário buscar sempre manter um ritmo e se for necessário parar e descansar, pare e descanse. O ideal é andar sempre o mais próximo do acostamento e não é permitido trafegar na contramão.

“É uma aventura sensacional. Viagens assim você nunca esquece. Muita história para contar e conhecemos muita gente”, completa Pablo.

2 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *